10 de março de 2011

Barça acusado de não apoiar Turismo de Espanha


O governo espanhol acusou o FC Barcelona de ter sido o principal responsável por se ter recusado a patrocinar o turismo espanhol, ao contrário do seu rival Real Madrid, que aceitou um acordo por três anos, refere a EFE.

O ministro da Indústria espanhol, Miguel Sebastián, propôs recentemente aos dois maiores clubes espanhóis um acordo de patrocínio para promover Espanha como destino turístico em vários eventos do Real Madrid e Barcelona para os próximos três anos.

No sábado, Miguel Sebastián assinou um acordo com o Real Madrid e revelou que "não houve qualquer forma" de convencer o FC Barcelona a promover Espanha, acrescentando que foi o ainda presidente da equipa catalã, Joan Laporta, "quem se recusou a fazê-lo".

O ministro espanhol disse que o Governo "se aproximou" do FC Barcelona, mas "não houve forma" de chegar a um acordo de promoção turística como o que assinou com o Real Madrid. Miguel Sebastián disse que o lema do FC Barcelona seria "Visit Spain, Visit Barcelona" [Visite Espanha, Visite Barcelona].

O acordo com o Real Madrid prevê que o Governo e Comunidad de Madrid pague ao clube merengue três milhões por três anos e inclui a possibilidade de convidar empresas turísticas de outras cidades e países do mundo a jogos do Real Madrid no Santiago Barnabéu.

"O presidente do Real Madrid entendeu o que pretendíamos desde o primeiro momento", assegurou Miguel Sebastián, que recordou que em 2010 Espanha teve 53 milhões de turistas, dos quais 4 milhões se mostraram interessados em eventos desportivos e 6 milhões "bastante interessados" neste tipo de acontecimentos.

O acordo prevê que a campanha turística 'Visit Spain, visit Madrid' poderá utilizar a imagem dos jogadores do Real, como os portugueses Cristiano Ronaldo, Pepe ou Ricardo Carvalho, e colocar publicidade no estádio Santiago Bernabéu.

Fonte: Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário